Aretha no Everest: Nepal

em

É com muito orgulho que informamos para você que dia 1º/04, nesta quinta-feira, a nossa guerreira, Aretha Duarte, está embarcando rumo ao seu destino: atingir o topo do mundo. E agora esta história entra em um novo capítulo, onde Aretha vai rumo ao seu grande sonho.

Começando hoje, no decorrer dos próximos dias estaremos mostrando para você, aqui no blog e no Instagram do Pense Verde, uma série de postagens sobre a trajetória da Aretha, para que você possa entender um pouco mais sobre o que ela encontrará no caminho, e quais desafios você pode esperar dessa jornada.

E na matéria inaugural, vamos falar um pouquinho sobre o país para onde Aretha se encaminha para iniciar a sua jornada: o famoso Nepal.

Situado entre a Índia e a China, é aqui que se encontra boa parte da grandiosa Cordilheira do Himalaia, bem como o ponto mais alto do mundo, que é para onde Aretha está indo: o famoso Monte Everest.

O antes misterioso Reino do Nepal (agora república) hoje é o paraíso dos montanhistas e praticantes de trekking. Sua rica história se estende por milhares de anos: a lenda conta que, por volta do séc. VIII, o vale de Kathmandu foi, nas suas origens, um belo lago no qual flutuava uma flor de lótus da qual emanava uma mágica luz. O patriarca chinês Manjushri teria decidido, ante tanta beleza, drenar a água do lago para que a flor pousasse no solo. Para tal, teria se utilizado de sua espada para cortar a parede que fechava o vale e permitir que a água saísse. No lugar em que o lótus teria pousado, o patriarca teria construído um templo (a estupa de Swayambhunath) e uma pequena aldeia de madeira denominada Manjupatan. Assim teria começado a história do Reino do Nepal.

Kathmandu, sua capital e maior cidade, é hoje uma espécie de praça do mundo. A cidade cresceu tanto e de forma tão caótica que espalhou-se por todo o caldeirão do vale Kathmandu, listado como patrimônio da humanidade pela Unesco. Na alta temporada é fácil esbarrar com alpinistas poloneses, italianos, coreanos e americanos em seus restaurantes, bares e cyber-cafés. Agora os templos hindus e as estupas budistas dividem espaço com lojas de equipamentos de esportes de aventura. Se esqueceu algo para sua expedição, certamente encontrará algo aqui.

A maior oferta turística do país está claramente voltada para os pacotes de trekking nos Himalaias, Por lá diz-se que quem visita o Nepal, acaba por regressar: “da primeira vez, se vem pelas montanhas; na segunda, se vem pelas pessoas!” é algo popularmente dito, tendo em vista a hospitalidade dos nepaleses.

É este marco que confere ao Nepal o título de “teto do mundo”. Efetivamente, o Everest é a maior atração do país e, por ano, milhares de pessoas visitam o Nepal quer para tentar chegar ao ponto mais alto do mundo, quer para fazer pequenos trekkings até algum campo base. Existem caminhadas para todos os gostos, com diferentes níveis de intensidade e duração.

Confira aqui algumas curiosidades sobre o país:

pexels-thepoeticimagery-2902939

1) O Nepal abriga 8 das 14 montanhas com mais altas do mundo

Não é apenas o Monte Everest: das 10 maiores montanhas do planeta, 8 estão no país. Aqui estão elas, em ordem (e sua colocação no ranking mundial):

 

1º Monte Everest – 8848 metros

3º Kangchenjunga – 8586 metros

4º Lhotse – 8516 metros

5º Makalu – 8462 metros

6º Cho Oyo – 8188 metros

7º Dhaulagiri – 8167 metros

8º Manaslu – 8156 metros

10º Annapurna – 8091 metros

budha

2) Sidarta Gautama, Buda, nasceu na cidade de Lumbini, no Nepal

Este é o segundo motivo que torna o Nepal num destino apelativo, principalmente para os simpatizantes do budismo. Na verdade, Sidarta Gautama era um príncipe que nasceu e cresceu num esbelto e riquíssimo palácio no Nepal. Contudo, a dada altura decidiu renegar todos os bens materiais e fugiu do seu castelo com o objetivo de encontrar o propósito da vida. Após várias experiências e anos de meditação acaba por atingir a iluminação, ou estado de Nirvana, já na Índia.

nepal flag

3) A bandeira do Nepal é a única do mundo que não tem uma forma quadrilátera

A bandeira do Nepal não têm a típica forma quadrilátera, mas sim a forma geométrica de dois triângulos. Aparentemente estes dois triângulos representam tanto as montanhas dos Himalaias como as duas religiões predominantes do país, o Budismo e Hinduísmo.

colonized

4) O Nepal é um dos poucos países asiáticos que nunca foi colonizado

Quase todos os países da Ásia foram, em algum momento da sua história, colonizados por algum país europeu. O Nepal, a par da Tailândia, orgulha-se de ser dos poucos países asiáticos que nunca foram dominados.

religion

5) O Budismo e Hinduísmo são as principais religiões do país

Cerca de 80% da população nepalesa é hinduísta já que o país sofreu uma grande influência indiana, a nível cultural. Mas não fosse este o país de Buda, cerca de 10% da população é praticante do budismo e são muitos os templos budistas que encontramos pelo país.

sherpa

6) A população nepalesa é composta por 12 etnias diferentes: a mais famosa são os sherpas

A população nepalesa está bastante marcada pela sua multiculturalidade dadas as 12 etnias diferentes que habitam no país. A mais famosa e abundante são os nepali. Porém, aquela que suscita mais curiosidade são os sherpas. Os sherpas são uma etnia que vive nas montanhas dos Himalaias, e que, dadas as extremas condições ambientais desta região, desenvolveram a capacidade de sobreviver a baixas temperaturas e a um ambiente pobre em oxigénio. A principal forma de subsistência deste povo está em carregar grandes pesos de uma forma bastante tradicional, que foi passando de geração em geração. Comummente, os sherpas costumam carregar material de alpinismo e mesmo malas de viajantes, durante os seus trekkings nos Himalaias. O sherpa mais famoso é o Tenzing Norgay Sherpa, o primeiro homem a escalar o Evereste em 1953.

 

Depois de saber tudo isso, dá uma enorme vontade de visitar esse país repleto de maravilhas, não é? E Aretha vai ver e viver tudo isso nessa sua aventura. Fique ligado, pois continuaremos com mais curiosidades para você a respeito da jornada de Aretha!


Curtiu nosso post? Quer ver mais matérias como esta? Então vai lá na nossa página do insta em @modapenseverde e nos deixe seu like!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s