Afinal, a água pode ou não acabar?

em

Existem diversas teorias que explicam como a água surgiu no planeta Terra, todas elas plausíveis, e de uma coisa temos certeza: toda a vida no planeta evoluiu dependente dela. Mas uma frase que todos repetimos, é referente à possibilidade de ela acabar um dia. Mas será que isso é possível?

A resposta simples: não. Mas é bem mais complexo que isso. Vamos explicar: o ciclo da água, que você provavelmente já conhece, é relativamente simples. As moléculas de água (a famosa fórmula H20) evaporam com o calor, seja ele do sol ou de qualquer outra fonte e aglomeram-se formando nuvens. Quando as nuvens estão carregadas, a temperatura cai, e ela volta para o estado líquido, dando origem às chuvas. Isto tem ocorrido no planeta há pelo menos 4 bilhões de anos, ou seja, quase o mesmo tempo que a própria idade da Terra (4,6 bilhões de anos). Devido a este ciclo intermitente, é seguro dizer que a mesma molécula que é bem possível que o gole de água que você toma hoje pode ter sido ingerido por um ancestral seu, ou até mesmo um dinossauro!

As moléculas de água são (virtualmente) indestrutíveis. Ela não se decompõe, não apodrece, e mesmo que ingerida, mais dia menos dia voltará a ser água líquida correndo pelos rios ou oceanos. Portanto, do ponto de vista químico, ela não pode ser considerada um recurso finito. É impossível que ela deixe de existir no planeta pelo fato de que mesmo separados, hidrogênio e oxigênio sempre acabam se juntando novamente. Mas isso não quer dizer que as afirmações de que a água vai acabar estão erradas. Ela não vai acabar, deixar de existir, mas vai escassear a níveis extremos caso não tenhamos cuidado.

Primeiro, porque 97% de toda a água o planeta (1,3 quintilhões de litros de água é o volume total) está na forma de água salgada, que não pode ser ingerida de jeito algum, sendo letal para nós caso isso ocorra, pela alta concentração de sal. Não que você vai morrer caso engula água ao cair da prancha, por exemplo, mas tente tomar um copo de água do mar e você terá sérios problemas. E mesmo que a água evapore e possa acabar em algum rio, o planeta acaba sempre mantendo esta mesma proporção e estes mesmos 97%. Dos 3% de água doce, quase tudo fica em lençóis freáticos subterrâneos, a maioria de acesso quase impossível para nós. Só 0,26% está acessível para o nosso consumo, mais ou menos 3,3 milhões de trilhões de litros. O problema é que esse número engloba também a água poluída, ou seja, o que podemos consumir é muito menor do que isso.

E segundo, por causa de todo o caos que causamos no planeta. Temos as mudanças climáticas, um fato incontestável que está ocorrendo devido a séculos de ação humana desenfreada, e que acelera a desertificação de diversas regiões do mundo. Temos também o desmatamento, que acaba influenciando também no aumento da temperatura, além de causar erosão nos rios que normalmente são protegidos pelas matas ciliares. E por último, temos a poluição em si, que direta e indiretamente suja nossos rios e lagos, nos forçando a ter que aplicar sistemas de filtragem para podermos tornar a água potável novamente.

Todos estes fatores influenciam diretamente na disponibilidade que temos de água potável. O aquecimento, desertificação e desmatamento, ao longo do tempo, vão fazer com que rios e lagos sequem, e que cessem as chuvas em determinados locais. E quando isso acontecer, as fontes restantes de água potável ainda terão o problema da poluição, dificultando ainda mais o acesso à este recurso tão necessário. A chuva vai cair em rios poluídos e se tornar imprópria novamente, ou no concreto das cidades causando alagamentos, ou mesmo cair nos locais onde antes existiam os rios e lagos, mas sem as árvores que antes seguravam tudo no lugar, é questão de tempo pra deixar de evaporar totalmente de novo. A água nunca vai ser um petróleo, que um dia vai sumir. A água vai continuar existindo. O problema é: não vamos mais ter acesso à ela.


Curtiu nosso post? Quer ver mais matérias como esta? Então vai lá na nossa página do insta em @modapenseverde e nos deixe seu like!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s