Rio aprova lei que proíbe sacolas plásticas em supermercados

em

Desde ontem, 26/06, todas as grandes redes de supermercados do Rio de Janeiro estão proibidos de oferecer sacos ou sacolas plásticas convencionais aos seus clientes. Pequenos e médios estabelecimentos ainda terão mais algum tempo para adaptar-se à nova legislação. A medida, que conta com o apoio da maioria da população, já vêm sendo tomada em diversos países e acompanha um processo de evolução na consciência da sociedade brasileira com o meio ambiente. Mas será que só isso basta? Continue lendo abaixo e descubra:

O problema do uso de plástico é um velho conhecido nosso: em estudo publicado há alguns anos realizado pela Fundação Ellen MacArthur, em parceria com a McKinsey, estima-se que até 2050 haja mais detritos plásticos no oceano do que peixes, tudo isso devido ao fato de que utilizamos plástico para quase tudo: de embalagens até mesmo o vestuário sintético.

Tendo isso em mente, a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj), por meio da campanha “Desplastifique Já!”, afirma querer desincentivar o consumo das sacolas plásticas e ajudar na conscientização da sociedade sobre este problema. Segundo Fábio Queiróz, presidente da Asserj, “as sacolas brancas, convencionais, não estarão mais nas lojas e serão substituídas […]”.

O problema está no fato de que a lei permite o uso de sacolas plásticas desde que sejam compostas por, no mínimo, 51% de recursos renováveis, como a cana-de-açúcar. Com estas informações é fácil de se deixar levar, mas não se engane, pois de verde, estas sacolas não têm nada: mesmo que a origem seja de fontes renováveis, o produto final ainda é plástico, e causa os mesmos danos ao meio ambiente, como a vida marinha por exemplo. Isto não significa que a lei seja ruim, mas que necessita ser modificada para proibir qualquer tipo de plástico.

Como substituir as sacolas?

A sociedade está tão acostumada a depender de sacolas plásticas que muitas vezes as pessoas não conseguem imaginar como substituir seu uso por alternativas mais amigáveis ao meio ambiente. Mas se você parar pra pensar, não é tão difícil assim, olha só:

  • No mercado: o uso de ecobags está se tornando bastante difundido, e realmente é uma das melhores opções. Mas na falta delas, você pode usar mochilas, bolsas, sacolas de papel ou até mesmo caixas de papelão, que muitos supermercados disponibilizam para os clientes.
  • Em casa: não sabe como substituir a sacola de lixo? Nossa sugestão é que você não use nenhum: transforme o lixo orgânico em adubo e o use para cultivar sua própria horta, por exemplo. Coloque o lixo diretamente em cada lixeira sem utilizar nenhum tipo de envólucro, seja o orgânico, o seco ou mesmo o lixo do banheiro, e lave periodicamente. Na hora de por o lixo fora, aí sim utilize uma sacola compostável (do tipo que em questão de 6 meses se biodegrada) para reunir todo o lixo seco de uma vez só.

Lembre-se: todo plástico, seja ele uma sacola descartável, ou uma embalagem, ou até mesmo a tampa da caneta que você usa se fragmenta em micropartes que poluem o meio ambiente de um modo praticamente irreversível, contaminando o ecossistema e quase sempre voltando até você (por exemplo, é bem possível que um peixe que você coma pode ter sido contaminado com microplásticos). Não importa nem mesmo se o plástico é reciclável, pois de todo o plástico produzido, não se recila nem mesmo 10%, ou seja, a única solução é acharmos alternativas e nos comprometermos em parar de usá-lo.


Curtiu nosso post? Quer ver mais matérias como esta? Então vai lá na nossa página do insta em @modapenseverde e nos deixe seu like!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s