As árvores mais exóticas do planeta

Quando se fala em árvores, o que vem à sua cabeça? Certamente a imagem de troncos marrons, folhas verdes e, quem sabe, algumas flores. No post de hoje vou mostrar para você que a natureza adora fugir dos padrões e sabe ser muito, mas muito criativa! Descubra aqui as árvores mais exóticas do nosso planeta!

As árvores existem a cerca de 400 milhões de anos, ou seja, bem antes dos dinossauros e muito, muito antes de qualquer humano andar na terra. De lá pra cá, elas evoluíram bastante, aumentaram e diminuíram de tamanho, e principalmente, se espalharam pelo globo, fazendo surgir inúmeras novas espécies. Pra você ter uma ideia, segundo a organização Botanical Gardens Conservation International (BGCI), existem aproximadamente 60.000 espécies diferentes de árvores no mundo inteiro. E se você acha que todas elas seguem o mesmo padrão (aquele mesmo que você provavelmente desenhou quando criança, acompanhado do sol e de uma casinha), dê uma olhada neste post e admire a criatividade sem fim da mãe natureza!

1- Baobá

baobab-source-of-senegal-life

Se você já viu Madagascar, a animação da Disney, você com certeza lembra de ter visto estas árvores gigantes, que mais parecem ter sido plantadas de cabeça pra baixo. Podendo facilmente chegar até os 20 metros de altura e 10 de diâmetro de tronco, esta árvore nativa das regiões tropicais da África pode viver até incríveis 2.000 anos e armazenar 100.000 litros de água em estações chuvosas.


 2- Eucalipto Arco Íris

643339450372c3d5433c8cb5590bdc13

O eucalipto arco íris é nativo de algumas ilhas do Pacífico, como nas Filipinas, Papua-Nova Guiné e também Indonésia. Por fora, ele se parece como um eucalipto comum. Porém, conforme a árvore descasca, as camadas abaixo (que no começo sempre são marrons) trocam de cor conforme o tempo passa, deixando a árvore com este aspecto inusitado, e diga-se de passagem muito bonito.


3- Sequoia-gigante

hyperion-arvore-mais-alta-mundo2

Esta espécie imponente de árvore possui alguns dos maiores exemplares do planeta: a maior árvore do mundo, Hyperion (representada na imagem acima) tem 115,7 metros. Além disso, também tem vidas muito longas: a mais velha delas tem 4.650 anos de idade. Se quiser ver uma dessas, não precisa ir muito longe, já que existem alguns exemplares plantados no Brasil. Mas é no hemisfério norte, mais precisamente nos EUA, que você as em maior número e em seu seu habitat natural.


4- Dragoeiro

árvores-exótica-estranha-beleza-iêmen-socotra-paisagem-surreal-áfrica-destinos-viagens-turismo-jumpers10

O nome do dragoeiro tem origem na cor da sua seiva, que ao entrar em contato com o ar forma uma substância de um vermelho muito vivo, tendo sido comercializada na Europa com o nome de sangue-de-dragão para fins medicinais e de tinturaria. Esta planta, natural dos arquipélagos das Canárias, Madeira e Açores, chega aos 15 metros de altura e pode viver centenas de anos.


5- Sumaúma

Kapok (Ceiba pentandra)

Essa árvore é típica da Amazônia, sendo encontrada no Brasil. Ela pode atingir incríveis 90 metros de altura, e suas raízes, conhecidas como sapopembas, servem de abrigo para diversas espécies, e ao sofrer impacto produzem um som alto que ecoa através da floresta, efeito que era utilizado pelos índios para comunicação.


6- Pinheiro de Wollemi

9724560430_99f848a224_k

Você pode achar que esta não é uma árvore exótica. Mas ela se torna interessantíssima quando você descobre mais sobre ela: é que esta espécie australiana (que não é nem mesmo um pinheiro e é a única do seu gênero) data de 200 milhões de anos atrás! Ou seja, ela já estava aqui quando os dinossauros andavam pela Terra. Existem apenas 100 exemplares na natureza (embora existam outros em jardins botânicos e comercializados como plantas ornamentais), e sua localização exata é escondida do público.


7- Cerejeira do Japão (Sakura)

90cd6cb21af8d4e94c060f5639ff0582


Esta árvore é largamente utilizada no Japão para fins ornamentais desde muitos séculos atrás. Devido ao grande número de árvores em diversas regiões japonesas, elas desabrocham em massa, deixando a paisagem incrivelmente bela, sinalizando a chegada da primavera. O cair de suas flores é comumente visto como uma metáfora da fragilidade e beleza da vida, segundo a tradição budista milenar.


8- Árvore bala de canhão

26148048779_38ef6445c4_b

Originária da amazônia, ela também é conhecida como abricó-de-macaco: seus frutos, embora comestíveis, não são muito saborosos para nós. São os macacos que preferem se alimentar deles. Já o nome pelo qual é conhecida no exterior, canonball tree (árvore bala de canhão) vem do fato de suas frutas, que são grandes bolotas de casca marrom, se parecem com a munição dos canhões antigos.


9- Salgueiro-Chorão

salgueiro-chorão-–-salix-x-pendulina

O chorão, ou salgueiro-chorão, é uma árvore originária do norte da China. Pode alcançar de 20 a 25 metros, e seu nome se deve à disposição de seus ramos e folhas, flexíveis ao ponto de permitir que eles possam atingir o chão sem nenhuma dificuldade quando não podados, dando um aspecto melancólico, porém muito contemplativo ao salgueiro chorão.


10- Mangue-vermelho

Detail_of_mangrove_roots.jpg

O mangue-vermelho, ou sapateiro, como também é conhecido, é típico do manguezal. O nome vem de sua coloração avermelhada, quando comparada com outras espécies de mangue. As raízes, que ficam expostas em um grande emaranhado, servem tanto de sustentação como para respiração, além de abrigarem caranguejos que se escondem na lama entre elas.


Interessante, não? Aposto que você não conhecia todas elas! Quer ver mais matérias como essa? Então vai lá na nossa página do facebook em @modapenseverde e nos deixe seu like!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s